Catunda e mais 13 municípios do interior do Ceará podem começar a 3ª fase de vacinação contra Covid-19

A terceira fase de vacinação já pode começar em 14 cidades do interior do Ceará, de acordo com a secretária-executiva de Vigilância e Regulação da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), Magda Almeida, que concedeu entrevista ao Bom Dia Ceará nesta quarta-feira (5). A Prefeitura de Fortaleza anunciou o início de seu avanço de fase para hoje.

"Atualmente nós temos 14 municípios que já vacinaram mais de 90% dos seus idosos e eles podem progredir com essa terceira fase. Essa terceira fase ela é um pouco mais delicada já que são muitos grupos que começarão simultaneamente. Então nós temos os grupos de comorbidades, temos as pessoas com síndrome de down e gestantes e puérperas que vão começar de forma simultânea", disse.

Veja a lista de cidades:

  1. Cariré
  2. Catunda
  3. Chaval
  4. Cruz
  5. Iracema
  6. Irauçuba
  7. Pindoretama
  8. Porteiras
  9. Quiterianópolis
  10. Sobral
  11. Tamboril
  12. Tarrafas
  13. Tururu
  14. Várzea Alegre

Grupo da 3ª fase da vacinação no CE deve apresentar atestado, declaração ou relatório médico; confira modelos

A 3ª fase de vacinação da Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19 contempla pessoas com comorbidades e deficiência permanente grave. Grávidas e puérperas também vão ser contempladas com a vacinação nesta etapa.

Em vídeo divulgado na semana passada, Magda reforçou que é importante que as pessoas estejam cadastradas na plataforma Saúde Digital, informando em qual categoria de comorbidade se encaixa.

Confira a organização da vacinação

Primeira convocação:

  • Gestantes e puérperas com comorbidades que possuem entre 18 e 59 anos;
  • Pessoas com síndrome de down que possuem entre 18 e 59 anos;
  • Pessoas com doença renal crônica em terapia de substituição renal (diálise) que possuem entre 18 e 59 anos;
  • Pessoas entre 55 e 59 anos com comorbidades, seguindo a sequência definida na comissão; Intergestores Bipartite N°40 (CIB/CE): Cardiopatia; Diabetes; Obesidade IMC>40; Doença Neurológica; Pneumopatias; Doença Renal Crônica; Imunodeficiência e outras;
  • Pessoas entre 55 a 59 anos com Deficiência Permanente cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC).
  • Segunda convocação:
  • Gestantes e puérperas, independente de comorbidades, acima de 18 anos
  • Pessoas entre 18 e 54 anos com comorbidades e deficiência permanente.

Também foi definida uma ordem de prioridade entre as pessoas com comorbidades. De acordo com a Sesa, a organização é:

  • Cardiopatia
  • Diabetes
  • Obesidade IMC > 40
  • Doença Neurológica
  • Pneumopatia
  • Doença Renal Crônica
  • Imunodeficiência

Documentos necessários

Os agendados para receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19 terão que apresentar, no ato da convocação, documentos comprobatórios, além de identificação original com foto, CPF e comprovante de endereço. Aqueles que possuem comorbidades e deficiência permanente devem apresentar, de forma impressa, o atestado, relatório ou prescrição médica indicando o motivo para a aplicação da vacina, com validade de até um ano.

No caso das gestantes, é necessário apresentar um documento comprobatório da gravidez, como o cartão do pré-natal. Já no caso das puérperas (45 dias após o parto), será necessário apresentar a certidão de nascimento do bebê.

Vacinas da Pfizer

As doses da vacina Pfizer/BioNTech que chegaram ao Ceará vão ser aplicadas exclusivamente em Fortaleza, em razão das especificidades de transporte e armazenamento. Elas também vão ser aplicadas, inicialmente, no grupo prioritário da 3ª fase, que envolve pessoas com comorbidades, devido ao quantitativo recebido.

G1 CE

Redação

Técnica de redação é o nome que se dá à prática de escrever para a imprensa ou veículos jornalísticos. A redação jornalística é o estilo de prosa curta, utilizado em matérias jornalísticas e boletins noticiosos publicados em jornais, revistas, rádio e televisão.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem